• Lab'n Home

O BEBÊ PODE SER INFECTADO POR COVID-19 DURANTE A GESTAÇÃO, O PARTO OU A AMAMENTAÇÃO?


De acordo com a OMS e o Ministério da Saúde, considerando os benefícios da amamentação, o aleitamento deve ser mantido desde que a mamãe esteja em condições clínicas adequadas.


Isso porque o vírus ainda não foi detectado em amostras de líquido amniótico ou no leite materno.


Mas, apesar de não haver comprovação de transmissão vertical, ou seja, de que o contágio por Coronavírus ocorra por meio da gestação, parto ou até mesmo durante a amamentação, ainda há uma recomendação muito importante:

👉 No caso de pacientes com quadros graves de infecção por Coronavírus, a amamentação não é indicada por uma medida de precaução enquanto novas evidências não surgem.


Outro ponto é que esta é uma forma de resguardar a energia da mãe que passa a se sentir mais debilitada devido à baixa imunidade do momento..

Exceto esta ressalva, as pacientes podem amamentar sim, mas lembrem-se: com muito cuidado! Veja alguns bons exemplos abaixo para aplicar no dia a dia:


▪ Utilize máscaras quando estiver em contato com o seu bebê;


▪ Mantenha a higienização adequada, lavando as mãos com antes e depois da amamentação (ou álcool em gel, se houver necessidade estiver em local em que essa lavagem não esteja ao fácil alcance);


▪ Não esqueça de também manter a limpeza adequada na hora de tirar o leite.


Ah! E no caso de quem não amamenta e oferece mamadeira, os cuidados são exatamente os mesmos! 😉


👉 Gostou desse conteúdo? Compartilhe com as mamães que você conhece! 💛


1 visualização